Imprimir esta página

Como as principais fabricantes de tintas estão alardeando há algum tempo, é possível sim você pintar algumas paredes de sua casa sozinha.

Como o Brasil é um país onde a mão-de-obra é superacessível, existia até pouco tempo um tabu de que mulher não devia colocar a mão na massa para pintar paredes. Mas bancar a pintora pode ser um passatempo engraçado (e às vezes melequento) para um fim de semana chuvoso e sem graça. Pintar uma pa­rede de um ambiente pode mudar completamente o clima da sua casa e, depois da primeira expe­­­­­riên­­­cia, você pode trocar a cor da sua sala com mais freqüência do que lava as cortinas. Você só vai preci­sar de algumas ferramentas, um bom vinho e uma companhia para dar umas risadas. E, se por acaso sua ex­periência não for bem-sucedida, o telefone do "seu Antônio" para te salvar na segunda-feira.

Algumas observações para você se jogar nas tintas:

1. Em vez de colorir a sala toda, uma única parede com cor em um ambiente branco pode ficar bem mais bonito e dar menos trabalho.

2. Escolha uma cor que combine com seus móveis e objetos.

3. Faça um teste de cor antes de pintar a parede toda. Dependendo da luz da sua casa, a cor escolhida fica diferente da que você viu na loja.

4. Antes de pintar a parede, passe fita-crepe no rodapé e no teto para não manchar o que não será pintado.

5. A parede escolhida deve estar em boas condições (sem buracos, imperfeições graves etc.). Se estiver mais ou menos, uma boa lixada pode resolver o problema. Caso contrário, talvez seja melhor você chamar o "seu Antônio" para fazer o serviço.

6. Use um rolo de lã de pêlo baixo para tintas à base de água.

7. Siga as instruções de preparo da tinta que estão impressas na lata.

 

Crédito: revista TPM