Imprimir esta página

Não deixe a casa num pé de guerra quando a grana acaba

 

Como diz o ditado do vovô: “Quando o dinheiro sai pela porta, o amor vai pela janela”. É só a grana começar a faltar que logo começam as brigas em casa. Em alguns casos, qualquer motivo bobo pode virar um barraco daqueles. Rapidamente, um perde a paciência com o outro e rolam um monte de acusações, além, é claro, de caras amarradas.

Primeiro, perceba se essa intolerância está sendo causada pelo estresse de estar duro. Se for, tente se controlar. A solução é pensar em formas de contornar essa situação. Já é difícil ficar sem grana, pior ainda é viver num pé de guerra dentro de casa.

Em momentos de paz, convide todos que moram com você para trocar uma idéia. Discutam sobre o que vocês estão gastando mais e avaliem se esses gastos são mesmo necessários. Reflitam, em conjunto, sobre o que vale a pena. Assim que receber, você já vai conseguir administrar melhor o seu salário.

Se vocês dividem as contas, dê prioridades a esses pagamentos. Se você quiser gastar tudo, o problema é seu. Só não vá descontar seu mau-humor nos outros depois que a grana acabar... O importante é estar quite com as suas dívidas, principalmente se elas estão relacionadas à sua moradia e ao seu bem-estar.

Jorgete Arante

Produtora artística