Imprimir esta página

Sob meu semblante atordoado de desejos
Habita tua alma repousada no meu colo,
Deixando-me a saudade de um tempo tão remoto
Vivido em meu delírio e teu sóbrio devaneio.

Sob os meus gestos de carência e leveza
Habita o teu corpo, que dantes fora minha morada,
Tornando-me ao fim uma eterna desabrigada
Que acorda nas lembranças e adormece de tristeza.

E bate em meu peito essa ferida interna,
Acorrentando minha alma à lembrança tua,
Sangrando minha carne que se dilacera.

E mais um dia revivo essa infinita espera
Dessa estrada que, de incerta, tornou-se curta,
De viver, por tua culpa, essa saudade eterna...

(Vanessa Rodrigues)

 

Vanessa Rodrigues

Nasceu na cidade do Rio de Janeiro no ano de 1980, vindo de uma família de escritores e literatos desenvolveu ainda muito jovem interesse e aptidão para escrever poesias. Tendo passado parte da infância e juventude na cidade de Cabo Frio, foi lá que ingressou em grupos teatrais e poéticos tendo como referencia o grupo Sociedade Dos Poetas Vivos criado e coordenado pelo poeta e literato Maurício Cardozo, que tinha como meta desenvolver o interesse dos jovens os estimulando e ensinando a recitar e interpretar poetas brasileiros e estrangeiros nos palcos das escolas ou mesmo praças publicas onde trabalhava a espontaneidade e combatia a timidez dos seus discípulos. Hoje dedica-se regularmente à produção poética, participando de grupos e sítios eletrônicos voltados para o tema, é membro da ARTPOP Academia de Artes e Letras de Cabo Frio, é colunista do Blog Cartão Vermelho TV, idealizado e coordenado pelo escritor, poeta e apresentador Álex Garcia. Redatora Chefe do Rio das Ostras Jornal Online e Impresso.