Se dê ao luxo

Deixar de fazer uma viagem bacana nas férias? Coisa do passado. Desaparecer do cabeleireiro por falta de grana? Nunca mais! Babar por aquele vestido sem ter dinheiro para bancar? Inadmissível. A mulher de hoje é responsável, mas também quer satisfazer certos caprichos de vez em quando. Mostramos, na ponta do lápis, como economizar sem precisar abrir mão de um pouco de glamour.

 Você deseja desfilar com o macaquinho tomara-que-caia da moda e continuar tendo dinheiro para pagar o condomínio. Viajar no Carnaval, mas sem ficar inadimplente com a faculdade. Está querendo muito? Nada disso. Dá, sim, para adquirir roupas novas e outras tentações que, em ordem de prioridade, ficam atrás de despesas básicas, como aluguel, conta de luz, mensalidade da faculdade… sem virar dependente do cheque especial! Aliás, ninguém merece viver se privando de um ou outro presente, nem de uma extravagância mínima, em nome da saúde da conta corrente.

Afinal, essa atitude tem o mesmo efeito de fazer dieta comendo só salada e sopa. Por um momento, você até pensa “Vou conseguir!”, mas na primeira curva trai a promessa devorando a barra de chocolate inteira para compensar a abstinência. “Não adianta sair por aí cortando todos os gastos”, fala a psicanalista Vera Rita Ferreira, consultora da área de psicoeconomia da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. “Porque se sentirá como alguém que entra num regime no qual não pode comer nada do que gosta”, fala a especialista.

Você sabe do que ela está falando se, depois de meses de economia braba, invadiu a sua loja preferida e torrou o que poupou e mais um pouco, em quatro vezes no cartão de crédito. A atitude esperta? “Manter o meio-termo. Sugiro fazer uma análise do que está desembolsando e ver onde dói menos tirar”, completa a psicanalista. Sendo assim, aprenda com o Clube das Vigilantes do Orçamento de NOVA como economizar nas despesas essenciais para poder usar essa sobra num luxo ou noutro que desejar. Afinal, ser feliz com alguns caprichos é permitido. Desperdiçar é que não dá, concorda?

LIPO NAS DESPESAS ESSENCIAIS

Você não vive sem andar de carro, falar ao celular, tomar o anticoncepcional. Vira e mexe manda mensagem de texto para as amigas e sabe que não vai conseguir abrir mão desse e de outros benefícios da vida moderna. Que tal, então, dar uma enxugada nesses gastos inevitáveis?

Pílula com desconto
Não tem o cartão fidelidade da farmácia próxima da sua casa? Está marcando bobeira. Ele não rende descontos em cosméticos, mas, para o seu anticoncepcional, sim. “Pode poupar até 20% no valor do remédio”, conta a consultora financeira Sandra Blanco. Se o seu custa 30 reais, vai garantir 72 reais num ano para adquirir aquele xampu de primeira linha.

Cartão de crédito enxuto
“Tenha apenas um e economize no ano cerca de 120 reais, que é o valor da anuidade”, fala Sandra. Dá para comprar aquele top de oncinha do editorial de moda desta edição e ainda sobra! Outro conselho da expert: a menos que seja ultradisciplinada e não gaste mais do que ganha, mantenha-o com um limite menor que a sua renda. “Também evite atrasar o pagamento da fatura. Juros de cartão são exorbitantes”, avisa.

Banco único
“É melhor ter apenas uma conta corrente para não pagar taxa de administração e imposto em dobro”, alerta o planejador financeiro pessoal Fabiano Calil, do site www.cuidedoseudinheiro.com.br. Também mantenha bom relacionamento com seu gerente. “Facilita negociar os juros do cheque especial, que, em geral, aumentam sem aviso prévio.” Você ganha a partir de 5 mil reais? Migre para os bancos de alta renda (como Bradesco Prime, Itaú Personalité, Uniclass, entre outros). “Além do atendimento personalizado, há produtos diferenciados com menos encargos e mais retorno nos lucros”, conta ele. E mais: se faz faculdade, pode abrir uma conta universitária. Vários bancos vêm oferecendo benefícios exclusivos a estudantes.

Pacote de mensagens
Faça as contas e veja quantas vezes costuma enviar recados via celular por mês. Se o número der mais que 30, pode valer a pena fechar um plano com a operadora.

Gasolina mais barata
Abastecendo em postos localizados na área de supermercados você economiza até 30 centavos por litro da aditivada (os centavos variam a cada final de semana), de acordo com Eliana Bussinger, consultora de finanças e autora do livro As Leis do Dinheiro para as Mulheres (Elsevier). Isso porque eles pagam menos impostos, repassando a economia para os clientes.

Interurbano vantajoso

“O programa Skype permite que você faça ligações através do seu computador para qualquer lugar do Brasil e do exterior de graça”, conta Calil. Acesse o site http://www.skype.com para baixar o programa gratuito e incentive as amigas e o namorado a fazer o mesmo, a fim de que possam se comunicar. Você também precisará de um headphone.

Almoço de todo dia
“Se você e seus colegas de trabalho vão sempre comer fora, vale a pena tentar negociar um desconto em determinado restaurante”, sugere Calil. “É um bom negócio para o dono, que garante movimento.”

Telefone sem surpresa
Perder a noção do tempo falando com a mãe vira coisa do passado se a operadora do seu aparelho fixo tiver um serviço que faz a ligação cair após certo período. O aviso ajuda a acelerar o papo e… segurar o valor da conta. Já minutos a mais com a amiga no celular podem ser controlados se você usar o pré-pago, que permite determinar quanto quer gastar.

Bem segurada
Se você sempre fecha o seguro do carro com a mesma empresa, melhor cotar com mais de uma da próxima vez. “Pesquisar preços é a melhor maneira de economizar”, fala Calil. “E, nesse caso, há corretores cobrando comissão maior do que outros”, continua ele. Também examine o que o contrato cobre para não pagar itens desnecessários além da cobertura para colisão, incêndio e roubo.

PREENCHIMENTOS DE GLAMOUR

Cuidar da beleza num salão, comemorar o aniversário em grande estilo, entregar-se a uma massagem relaxante… Você merece – e pode usufruir – esses luxos sem precisar gastar o que não tem.

Salão em dia-chave
Vale a pena checar se o lugar onde você faz mão, pé, escova dá descontos em dias de menor movimento. “Vários têm abatimento de 15 a 20% entre segunda e quarta-feira”, conta Sandra. Se você gasta 60 reais por mês, a economia pode chegar a 144 reais num ano. Não é mais ou menos o valor de um jantar para dois naquele bistrô supercharmoso?

Viagem planejada
“Quanto mais cedo comprar passagens aéreas ou o pacote, mais vai lucrar”, diz a agente de viagens Marina Volta. Segundo ela, em cima da hora você paga 60% ou mais do que seis meses antes. Embarcar na baixa temporada também rende cifrões. “Um pacote em janeiro custa de 20 a 25% a mais que em março”, diz.

Brungh light de aniversário

Deixe a festança para quando ganhar o salário que pediu a Deus e aposte num brunch charmoso e pouco calórico para as mais íntimas. Por ser uma mistura de café-da-manhã com almoço, dispensa as cervejas, as caipirinhas de vodca. Invista em sucos, frutas, pães integrais e sirva apenas um prosecco na hora do bolo (o espumante brut Salton custa 17 reais).

Relax zen
Vai se entregar a mãos mágicas para espantar o stress? Se o dinheiro não dá para bancar uma hora de massagem daquele spa urbano sofisticado, marque uma sessão de reflexologia, que custa cerca de 40% menos. É a chance de usufruir o glamour do lugar sem ficar no vermelho. Fora os efeitos terapêuticos da técnica.

Cinema em casa
Se não resiste a alugar DVDs, ao menos pare de pagar diárias sem ter visto o filme ou porque atrasou na devolução. Uma idéia é se cadastrar no site www.netmovies.com.br. Por um pacote mensal (a partir de 28 reais), você recebe um filme por vez em casa e só devolve depois de assistir.

3 600 reais em um ano

Já pensou ter essa quantia no fim de 2007? Dá para fazer compras de Natal para a família inteira, pagar o IPVA e o seguro do carro à vista, torrar tudo num cruzeiro de navio ou naquela jóia com brilhantes… Para transformar o sonho em realidade, faça da frase do planejador financeiro Louis Frankenberg, da Personal Financial Planning, o seu mantra: “Quem gasta tudo com despesas pequenas jamais vai conseguir conquistar metas grandes”. No livro Administre Suas Finanças (Escala), ele ensina que, ao cortar os gastos fantasmas, dá para salvar até 10 reais por dia. São 300 no mês e 3 600 por ano, que podem ser aplicados na poupança (convenhamos, cortar 5 reais e obter 1 800 reais já um bom negócio!).

Idéias de cortes:

1 – Em caixinhas e gorjetas para quem nem mereceu.

2 – No maço de cigarro, que, ainda por cima, faz mal à saúde.

3 – No troco a menos que recebeu do caixa do mercado.

4 – Na fezinha na loteria da esquina.

5 – Nas bijoux que a amiga vende e você compra só porque são baratinhas.

6 – No sorvete ou café depois do almoço.

7 – Nas garrafas de água mineral para consumir no trabalho, na academia… Que tal levar um squeeze de casa e abastecer no bebedouro?

8 – No ticket do estacionamento do shopping, aonde vai só dar uma voltinha.

Garotas que fazem milagres

Para você esticar o seu dinheiro, inspire-se ainda nos hábitos destas leitoras, que sabem a lição de cor:

“Apelo para liquidações, corto o refrigerante e as sobremesas, sacrifico alguns finais de semana… E o dinheiro acaba rendendo.” Luciana, São Caetano do Sul, SP

“Almoço em restaurantes por quilo bem baratos, assim sobram tickets de alimentação da empresa onde trabalho para usar à noite, quando quero tomar um chopinho. Muitos bares aceitam.” Fernanda, Rio de Janeiro, RJ

“Toda vez que sinto aquela vontade de gastar (geralmente na TPM), penso nos móveis que poderei comprar com o que guardar.” Beatriz, Mondaí, SC

“Imagino que meu salário é 20% menor. E nem conto com esse valor. Ele vai direto para uma aplicação DI, que rende em torno de 1,5% ao mês. Depois de um ano, sempre tenho uma quantia para trocar de carro, viajar…” Cynthia, São Paulo, SP

“Acumulo pontos e prêmios que as companhias de celulares dão cada vez que pago a conta no dia certinho ou utilizo determinado serviço. Normalmente, dá para trocar por minutos grátis. Também reformo roupas e sapatos: ponho novas miçangas, corto a manga, vestido se transforma em camisetinha.” Sandra, São Paulo, SP

Dinheiro pelo ralo, não!

Quer saber a melhor forma de perder reais? Entrar no cheque especial. “Se ficar mais de uma semana no vermelho, já acumulará juros altíssimos”, alerta Fabiano Calil. Então, amiga, melhor parar de ficar contando com esse valor, que, na verdade, não é seu. Uma forma de sair desse bombardeio de taxas? “Em vez de deixar a conta negativa e pagar até 12% de juros, opte pelo crédito consignado com pagamento em folha, que cobra números bem menores. E divida em parcelas que caibam no bolso”, aconselha.

Deixe uma resposta

LEIA TAMBÉM

(Reprodução/FlickrSeniorLivingOrg)
SEU DINHEIRO

8 dicas de finanças para empreendedores

Controle é a palavra de ordem para os empreendedores lidarem com as finanças dos seus negócios Em um momento de crise, cuidar das finanças deve ser prioridade para o empreendedor. Mas essa não é uma missão simples. É necessário controle de custos, planejamento detalhado e acompanhamento frequente para que a empresa não corra riscos desnecessários […]

LEIA +
SEU DINHEIRO

Viver bem com pouco

Foi-se a era de esbanjar e ostentar. A nova ordem global impõe consumir com parcimônia e priorizar a recompensa emocional No início do século XIX, quando a economia dos Estados Unidos ainda engatinhava em direção ao que viria a ser a maior nação capitalista do planeta, o escritor americano Henry David Thoreau (1817-1862) já questionava […]

LEIA +
SEU DINHEIRO

O Leigo, a Raposa e as Galinhas

O Leigo é aquele que, por não ter informação suficiente, joga dinheiro fora e nem se dá conta disto. O Leigo toma sua decisão baseando-se exclusivamente na palavra de quem quer vender algo para ele. Isto é a mesma coisa que convidar a raposa para contar as galinhas. Eis os principais erros cometidos pelo Leigo: […]

LEIA +