Imprimir esta página

7 atitudes para turbinar seu marketing pessoal e crescer na carreira

  Andrezza Duarte

Dominar a arte do marketing pessoal é o que falta para turbinar sua vida profissional. Siga esses passos para lucrar em contatos, boa aparência, promoção, cargo novo...

Seja otimista e para cima

"Já comece o dia com pensamentos positivos - principalmente nas redes sociais", diz Mariana Schwarz, consultora em gestão de negócios. Portanto, nada de fazer um post no Facebook ou no Twitter dizendo que preferiria ficar em casa. 

Puxe assunto no trabalho

Tomar um café com o chefe, almoçar com os colegas ou perguntar como andam as coisas em outro departamento gera oportunidades para uma troca de experiências e faz com que os colegas conheçam melhor o seu trabalho. Mas nem pense em falar mal de outros funcionários ou da empresa, ok? Fofoca pega mal. 

Repare no dress code

Vista-se de acordo com cada ambiente. Não é porque a happy hour na sexta-feira é com o seu gerente que pede um vestido de paetês - nem calça jeans com tênis. Como mulher de NOVA, a regra é uma só: desleixo nunca, gata! Do trabalho à balada, é preciso estar sempre impecável, mas dentro do dress code da situação. 

Pratique a autopromoção

Quanto mais fizer marketing pessoal, mais à vontade vai se sentir - mas também vai aprender quais são os momentos oportunos para usá-lo. Fale sobre as suas conquistas, mas não fique se gabando. 

Maximize as qualidade (e minimize os pontos fracos)

Sempre que for contar para alguém sobre seu trabalho e suas habilidades, destaque somente o que você tem de bom. Enquanto isso, invista nos seus pontos fracos para tentar melhorá-los. 

Conheça bem sua imagem

Se inspire naquelas pessoas que você tem como modelo e ouça a opinião dos outros sobre você. É a melhor forma de medir se a imagem que faz de si mesma combina com a que as pessoas têm de você. 

Seja prestativa

Esteja sempre aberta e disponível para ajudar. Quando um colega precisar de um conselho, preste atenção na situação e responda da melhor forma que puder. O networking é uma via de mão dupla, viu? 

Fonte: Nova